Fale com um consultor: (13)98215-9743

Floresta Amazônica

# - 07/May/2020
A floresta amazônica é considerada a maior floresta tropical do mundo e concentra enorme biodiversidade. Além disso, ela faz parte do bioma Amazônia, o maior dos seis biomas brasileiros. Ela corresponde a 53% das florestas tropicais ainda existentes. Por isso, a sua conservação é debatida em âmbito internacional, em virtude de sua dimensão e importância ecológica. Localização A floresta amazônica localiza-se no norte da América do Sul, abrange os estados do Amazonas, Acre, Amapá, Rondônia, Pará e Roraima, além de menores proporções nos países: Peru, Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. Clima Por estar localizada próxima à linha do Equador, a floresta amazônica apresenta clima equatorial. Assim, é marcada por elevadas temperaturas e umidade do ar. As temperaturas médias anuais oscilam entre 22 e 28ºC e a umidade do ar pode ultrapassar os 80%. Outra característica é o elevado índice pluviométrico que varia entre 1.400 a 3.500 mm por ano. Em geral, as estações do ano na floresta distingue-se por dois períodos: o seco e o chuvoso. Solo O solo da floresta amazônica é considerado pobre com uma fina camada de nutrientes. Porém, o húmus formado pela decomposição da matéria orgânica, ou seja, folhas, flores, animais e frutos é rica em nutrientes utilizados para o desenvolvimento das espécies e da vegetação da floresta. Flora A floresta amazônica é uma floresta tropical densa, formada por árvores de grande porte. A vegetação é dividida em: Mata de várzea: Localizada em áreas baixas, sofre inundações periódicas, conforme as cheias dos rios. Os solos da várzea são extremamente férteis devido aos sedimentos depositados pelas águas dos rios. Algumas espécies da várzea são: andiroba, jatobá, seringueira e samaúma. Mata de igapó: Localizada em áreas ainda mais baixas sofre inundação permanente, por esse motivo encontra-se sempre alagada. Para sobreviver a essa condição, as plantas apresentam estratégias e adaptações diferenciadas. Exemplos de espécies do igapó são: vitórias-régias, buritis, orquídeas e bromélias. Mata de terra firme: Encontrada na maior parte da floresta amazônica, não sofre inundações por localizar-se em áreas mais altas. A vegetação encontrada é de maior porte, como a castanheira. Veja também: Biomas Brasileiros Fauna Além da exuberante flora, a floresta amazônica também abriga diversas espécies animais. Alguns animais encontrados são: onças, suçuaranas, jaguatiricas, peixes-boi, pirarucus, jabutis, ariranhas, tucanos, araras, jiboia, sucuri. Veja também: Animais da Amazônia Biodiversidade A biodiversidade da floresta amazônica é exuberante e os seus números impressionam: Mais de 1.300 espécies de aves; Mais de 3.000 espécies de peixes; Mais de 30.000 espécies de plantas; 1.800 espécies de borboletas; 427 espécies de anfíbios; 378 espécies de répteis; Até 3.000 espécies de abelhas; 311 espécies de mamíferos. Ainda cabe ressaltar que muitas dessas espécies são endêmicas, ou seja, só existem na região amazônica. Por isso, a conservação da floresta é de extrema importânciaurabitur arcu erat, accumsan id imperdiet et, porttitor at sem. Quisque velit nisi, pretium ut lacinia in, elementum id enim. Pellentesque in ipsum id orci porta dapibus. Vestibulum ac diam sit amet quam vehicula elementum sed sit amet dui. Vivamus suscipit tortor eget felis porttitor volutpat. Donec rutrum congue leo eget malesuada. Quisque velit nisi, pretium ut lacinia in, elementum id enim. Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci luctus et ultrices posuere cubilia Curae; Donec velit neque, auctor sit amet aliquam vel, ullamcorper sit amet ligula.

A floresta amazônica é considerada a maior floresta tropical do mundo e concentra enorme biodiversidade. Além disso, ela faz parte do bioma Amazônia, o maior dos seis biomas brasileiros.

Ela corresponde a 53% das florestas tropicais ainda existentes. Por isso, a sua conservação é debatida em âmbito internacional, em virtude de sua dimensão e importância ecológica.

Localização

A floresta amazônica localiza-se no norte da América do Sul, abrange os estados do Amazonas, Acre, Amapá, Rondônia, Pará e Roraima, além de menores proporções nos países: Peru, Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa.

Clima

Por estar localizada próxima à linha do Equador, a floresta amazônica apresenta clima equatorial. Assim, é marcada por elevadas temperaturas e umidade do ar.

As temperaturas médias anuais oscilam entre 22 e 28ºC e a umidade do ar pode ultrapassar os 80%. Outra característica é o elevado índice pluviométrico que varia entre 1.400 a 3.500 mm por ano.

Em geral, as estações do ano na floresta distingue-se por dois períodos: o seco e o chuvoso.

Solo

O solo da floresta amazônica é considerado pobre com uma fina camada de nutrientes. Porém, o húmus formado pela decomposição da matéria orgânica, ou seja, folhas, flores, animais e frutos é rica em nutrientes utilizados para o desenvolvimento das espécies e da vegetação da floresta.

 

Flora

A floresta amazônica é uma floresta tropical densa, formada por árvores de grande porte.

A vegetação é dividida em:

  • Mata de várzea: Localizada em áreas baixas, sofre inundações periódicas, conforme as cheias dos rios. Os solos da várzea são extremamente férteis devido aos sedimentos depositados pelas águas dos rios. Algumas espécies da várzea são: andiroba, jatobá, seringueira e samaúma.
  • Mata de igapó: Localizada em áreas ainda mais baixas sofre inundação permanente, por esse motivo encontra-se sempre alagada. Para sobreviver a essa condição, as plantas apresentam estratégias e adaptações diferenciadas. Exemplos de espécies do igapó são: vitórias-régias, buritis, orquídeas e bromélias.
  • Mata de terra firme: Encontrada na maior parte da floresta amazônica, não sofre inundações por localizar-se em áreas mais altas. A vegetação encontrada é de maior porte, como a castanheira.

Fauna

Além da exuberante flora, a floresta amazônica também abriga diversas espécies animais.

Alguns animais encontrados são: onças, suçuaranas, jaguatiricas, peixes-boi, pirarucus, jabutis, ariranhas, tucanos, araras, jiboia, sucuri.

 

Biodiversidade

biodiversidade da floresta amazônica é exuberante e os seus números impressionam:

  • Mais de 1.300 espécies de aves;
  • Mais de 3.000 espécies de peixes;
  • Mais de 30.000 espécies de plantas;
  • 1.800 espécies de borboletas;
  • 427 espécies de anfíbios;
  • 378 espécies de répteis;
  • Até 3.000 espécies de abelhas;
  • 311 espécies de mamíferos.

Ainda cabe ressaltar que muitas dessas espécies são endêmicas, ou seja, só existem na região amazônica. Por isso, a conservação da floresta é de extrema importância

Fonte: #

Compartilhar: